A Moreninha

1 abr


Livro: A Moreninha
Autor: Joaquim Manuel de Macedo

Descreve os costumes da sociedade e a vida familiar da época de 1840. Mostra as intrigas, conversas de comadres, ciúmes entre estudantes e mocinhas ingênuos, mas quase sempre acabam em casamento feliz.

Augusto, Filipe, Leopoldo e Fabrício são amigos e resolvem fazer uma aposta. Que Augusto amaria uma moça por mais de quinze dias, pois ele havia dito que se apaixonava facilmente, mas nunca amara uma mulher. Se ele perdesse, teria que escrever um romance nos próximos trinta dias após ter perdido. Ele acredita que não se apaixonaria, pois se lembra de um menina que conheceu em uma praia aos treze anos e nunca mais encontrou. Mas a garota tem um camafeu de Augusto e ele um botão de esmeralda da garota.

Em uma festa na casa de Filipe, Augusto conhece sua irmã, a Moreninha.

Dias depois Dona Ana (avó de Filipe) convida Augusto e seu pai para almoçar e a Moreninha é pedida em casamento. Mas Augusto fica transtornado por ter se apaixonado por outra garota que não fosse a da esmeralda e diz que desconhecia o paradeiro da menina e se a encontrasse um dia, pediria perdão por ter se apaixonado por outra. De repente ele arranca debaixo da camisa a esmeralda, para espanto da Moreninha, que conta-lhe a história que havia ocorrido com ela, sobre o camafeu e a esmeralda, e Augusto vê que encontrou sua mulher.

Mais de trinta dias depois, com os preparativos do casamento, Felipe, Fabrício e Leopoldo lembram do romance que Augusto tinha que escreve e ele responde dizendo que já estava escrito e se intitula “A Moreninha”.

Anúncios

3 Respostas to “A Moreninha”

  1. Olhares da Moda 3 de abril de 2011 às 5:43 pm #

    lembrei daquela música…

    ” moreninha linda, do meu bem querer..” alguma coisa assim :X
    HAUISHAUISHAUISHAUISHUISHA

    • ppmidia2 3 de abril de 2011 às 6:11 pm #

      hehehehe, lembrou dessa música e fez a galera aqui dar boas risadas, estamos aqui cantando agora

Trackbacks/Pingbacks

  1. Espaço do Leitor « - 6 de abril de 2011

    […] A Moreninha – Joaquim Manuel de Macedo Os Sertões – Euclides da Cunha Dom Casmurro – Machado de Assis Memórias de um sargento de milícias – Manuel Antônio de Almeida Iracema – José de Alencar O Cortiço – Aluísio de Azevedo Senhora – José de Alencar Ensaio Sobre a Cegueira – José Saramago Memórias Póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis A Escrava Isaura – Bernardo de Guimarães Capitães de Areia – Jorge Amado Vidas secas – Graciliano Ramos Macunaíma – Mário de Andrade Auto da Barca do Inferno – Gil Vicente Capitães da Areia – Jorge Amado O Pagador de Promessas – Dias Gomes São Bernardo – Graciliano Ramos Morte e Vida Severina – João Cabral de Melo Neto O Velho da horta – Gil Vicente O Alienista – Machado de Assis O Navio Negreiro – Castro Alves Amor de Perdição – Camilo Castelo Branco O Auto da Compadecida – Ariano Suassuna O Primo Basílio – Eça de Queirós O Crime do padre Amaro – Eça de Queiroz O Santo e a Porca – Ariano Suassuna Auto da Barca do Inferno – Gil Vicente Quincas Borba – Machado de Assis Triste Fim de Policarpo Quaresma – Lima Barreto […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: