A Última Música

2 abr

Narrativa simples, leve e cativante.

Várias pessoas dizem que Nicholas Sparks só sabe escrever a mesma história contada diferente. Que sempre tem um casal perfeito que briga, mas no final fica junto e alguém doente.
Pode ser o estilo dele, mas não tem como negar que ele sabe envolver o leitor na história.

Não me incomodo se ele tem um único estilo, as histórias dele são boas e ele tem uma excelente narrativa, que faz com que você queira devorar as páginas para chegar ao fim.

Como sempre, seus livros viram filme e como eu já havia visto o trailer, não foi difícil ler e imaginar as cenas. (Assim que acabei de ler, assisti o filme e me decepcionei em ver que a história foi quase toda mudada).

Enfim… Emocionou-me muito a história de Ronnie com o pai dela, a doença e tudo mais. Mesmo achando que o Wil sumiu por muito tempo em determinado pedaço do livro – por ser um dos personagens principais – é uma ótima história. Faz-nos refletir, principalmente quem tem pais separados. O amadurecimento da Ronnie é bem evidente, mas ao mesmo tempo não repentino.

Nicholas Sparks é um ótimo escritor, suas histórias valem a pena!

Anúncios

Uma resposta to “A Última Música”

  1. Olhares da Moda 3 de abril de 2011 às 5:43 pm #

    É LINDO! O livro e o filme! Amei os dois! Mas o livro, logicamente da de 10 a 0 no filme por que tem muito mais detalhes que no filme tu fica tipo, Ãhm? HUSIHAUISHAUISHAUSIHA

    É daqueles livros que tu chora lendo por que tu se sente ali, com o personagem :~

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: